Algumas formas de melhorar a técnica de corrida são: padronizar o comprimento das passadas, não aterrissar com o calcanhar, relaxar braços, pescoço e ombros, tudo isso sem deixar de ser rápido, claro. Quando esses “movimentos corretos” tornam-se automáticos os resultados aparecem na sua corrida.

1. Poupar suas articulações
Quando começa a correr da forma certa, você diminui a pressão nas articulações, produzidas pelo impacto de cada passada.

2. Diminuir os movimentos oscilatórios do corpo
Quanto menos movimentos de rotação e lateralização melhor, isso evitará principalmente riscos de lesão dos joelhos e tornozelos, que são tão exigidos durantes a corrida.

3. Reduz a pronação na passada.
E assim evita as temidas dores nos pés.

4. Diminui o risco de lesões
Claro que todo mundo que pratica uma atividade física está propenso a lesões, mas quem tem o cuidado de preparar bem o corpo e adquirir técnica, corre muito menos risco de sofrê-las.

5. Se cansar menos rápido
Os músculos irão exigir menos oxigênio para funcionar, dessa forma o corpo aproveita melhor a energia e demora mais a se cansar.

 

Esforço físico pode provocar hérnia inguinal

A hérnia inguinal é uma situação muito comum e representa uma fraqueza da parede do canal inguinal, que ocorre na região da virilha e corresponde a 75% de todas as hérnias abdominais. Este tipo de hérnia é 25 vezes mais freqüente em homens do que em mulheres e pode ser dividida em dois tipos: a hérnia direta e a indireta.

A fraqueza do canal inguinal causa a formação de um pertuito, por onde se insinuam as vísceras da cavidade abdominal, formando um abaulamento na região, com discreta dor associada, que piora durante esforços como tosse, evacuação e exercícios de levantamento de objetos pesados.

 

Tipos de Hérnias

  •  As hérnias inguinais diretas são as hérnias decorrentes da fraqueza da parede do canal inguinal, sendo mais comuns em idosos e em pessoas que se submetem a grandes esforços da musculatura abdominal: tosse crônica, obstipação (prisão de ventre), obesidade e esforços físicos. 
  • As hérnias inguinais indiretas ocorrem devido a uma falha congênita da região inguinal, a persistência após o nascimento do canal peritônio vaginal e, portanto, mais comuns em crianças e adultos jovens. Constitui-se em um diagnóstico cirúrgico pelo perigo que representa, caso as vísceras abdominais fiquem aprisionadas e estranguladas neste pertuito.

    Tratamento - A técnica cirúrgica consiste na colocação de uma tela sintética para corrigir o defeito do canal inguinal, sem tensão na sutura realizada pelo cirurgião, responsável por diversas vantagens: menores índices de recidiva, menor dor no período pós-operatório, menor necessidade de repouso e retorno mais rápido às atividades habituais do paciente. De qualquer maneira, a recomendação para corredores é para se manter dentro de limites seguros em seus exercícios no período pós cirurgia, até que a cicatrização se complete. 

Quantos on-line

Temos 22 visitantes e Nenhum membro online